Os bloquinhos de rua em SP para curtir com seu Pet

Em São Paulo, 865 blocos de rua vão realizar cerca de 960 desfiles durante, antes e depois do Carnaval!

Há opções suficientes para cair na folia, já que os desfiles acontecem em várias regiões da cidade e para diversos públicos.

Basta selecionar os blocos que têm a ver com você e se programar.

Mas, se você é daqueles foliões animados, que não se contenta em levar para a rua apenas a fantasia, mas faz questão de carregar seu pet, saiba que há blocos especialmente elaborados para eles.

Isso mesmo: os blocos para cães são pensados para minimizar o estresse e aumentar a diversão.

Mas se quiser levar o pet como companheiro nos blocos que você curte, considere lugares menos cheios e o horário, para que ele não passe aperto.

Além disso, avalie a personalidade do seu pet para ter certeza de que ele vai curtir o programa.

Cães sociáveis podem se dar bem no bloquinho. Mesmo assim, evite os que concentram muitas pessoas não só pelo risco dos animais serem pisoteados, mas também porque a intensa movimentação e o barulho extremos podem assustá-lo.

Agora, se o seu pet é mais tranquilo e não costuma fazer muitos amigos, talvez a melhor opção seja deixá-lo em casa, para que não fique irritado e não estrague a sua farra.

 

Antes de seu pet cair na folia

1 – Confirme com antecedência se as vacinas estão em dia. Grande concentração de pessoas e outros animais é sempre um risco de contaminação.

2 – Com pelo menos um mês de antecedência, previna o pet de pulgas e carrapatos.

3 – Se ainda não tiver um exame cardiológico recente de seu pet, invista em um, pois se ele tiver qualquer distúrbio, o barulho e o estresse podem gerar mal-estar.

Completo centro veterinário, a Central Pet é equipada para atender tratamentos de higiene, consultas de clínica geral e especialistas, diagnósticos e exames – tudo o que você precisa para deixar seu pet saudável e pronto para vestir a fantasia.

 

Cuidados com seu pet nos blocos

  • Prenda os cachorros na coleira e deixe a guia mais curta, para que tenha controle: primeiro, para ele não se perder na multidão; segundo, para que não se aproxime demais de cães pouco receptivos; e terceiro, para não pegar coisas do chão.
  • Fique atento ao chão, para saber onde o animal está pisando, pois pode haver garrafas e cacos de vidro que podem ferir suas patas.
  • Leve sempre um recipiente para dar água fresca ao pet, a fim de mantê-lo hidratado. Idosos e raças de focinho achatado (braquicefálicos, como buldogue francês, shih tzu e pug) devem ter atenção redobrada, pois desidratam muito rápido.
  • Se estiver muito calor, passe água gelada na barriga dele para aliviar o calor
  • Evite horários em que a temperatura esteja mais alta. Como os bloquinhos acontecem nas ruas, é preciso verificar a temperatura do asfalto: coloque o dorso da mão no piso; se estiver desconfortável para você, também estará para as patinhas dele. Em dias de sol, o asfalto aquece ao longo do dia e pode atingir até 60ºC, quando pode provocar queimadura nos coxins – as almofadinhas embaixo das patas.
  • Como sabemos, os pet têm audição muito mais sensível que a nossa. Portanto, evite ficar muito perto das caixas de som. A música muito alta pode irritar os animais, assustá-los e isso pode fazer com que tentem fugir.
  • Se o pet ficar estressado e com medo, ou se ficar cansado, querendo deitar, sinto informá-lo mas seu Carnaval vai acabar mais cedo. Leve-o para casa. Afinal, só é divertido quando todos estão felizes.

 

Alimentação

  • Recomenda-se que os pet comam o que estão acostumados de 4 a 6 horas  antes de chegar no bloquinho, a fim de evitar enjôo ou desconforto.
  • Fique atento para que o pet não pegue nada nas ruas, nem algo que as pessoas ofereçam, para evitar problemas gastrointestinais.

 

Fantasias

  • Escolha fantasias de tecidos leves e finos. Se estiver muito calor, contente-se em fantasiá-lo com uma bandana temática, uma tiara, um lacinho, uma fita ou, no máximo, a capa do Homem Aranha.
  • Evite colocar fantasias que cubram todo o corpo do bichinho.
  • Para que ele não estranhe a fantasia no dia “D”, vista a fantasia nele dias antes para que se acostume com o traje. Se o pet manifestar incômodo, escolha outra e teste novamente.
  • Se escolher algo para colocar na cabeça do pet, como chapéus, por exemplo, não deixe por muito tempo, porque pode incomodar e irritá-lo.
  • Se o seu pet não gosta de roupas ou acessórios, respeite-o e o leve de cara lavada mesmo.

 

Pós-Carnaval

Depois de seu pet se esbaldar na folia, é hora de um trato: banho, tosa e tudo o que tiver direito.

Se, por acaso, ele foi acometido por pulgas e carrapatos, importante agir imediatamente.

Para banho, tosa e todos os cuidados de higiene e saúde dos pets, o Central Pet oferece planos especiais, inclusive com leva e trás, para manter seu amigo saudável, limpo e feliz!

 

Blocos para ir com os pets

08/02 – 16h – Ensaio aberto

 

Bloco Todos na Contramão

SÖZ Boulevard – Rua Marambaia, 538

15/02 – 12h

 

Bloco Todos na Contramão

Santana

23/02 – 10h

 

Amigos Pet

Roteiro: Rua Major Sertório, Rua Cesário Mota Junior, Rua General Jardim, Rua Doutor Vila Nova, Rua Major Sertório

22/03 – 10h

 

Estância Pet Carnavau

Casa do Lago (Estância Alto da Serra)

Estrada Névio Carlone, 03 – Riacho Grande – S. B. do Campo – SP

 

BloCão

data não divulgada

 

Completo centro veterinário, o Central Pet conta com veterinários de clínica geral e especialistas preparados para indicar os melhores métodos preventivos e vacinas; e equipamentos para fazer todos os tipos de exames para um check up completo do seu pet!

Depoimentos


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




Scroll to top
Chame no Whatsapp
Bitnami