LASERTERAPIA

“O LASER (Light Amplification by Stimulated Emission of Radiation – Amplificação da Luz por Emissão Estimulada de Radiação) é utilizado para o alívio da dor, em afecções agudas ou crônicas (ABERGEL, 1987). Para efeitos terapêuticos o laser mais comummente utilizado é o infravermelho de arseneto de gálio (Ga-As 904nm) ou de gálio-alumínio-arsênio (Ga-Al-As 830nm). Muitos trabalhos são apresentados na intenção de chegar a um consenso sobre intensidade, tempo de exposição e local de aplicação, porém muitos não seguem padrões científicos aceitos para pesquisas clínicas (VENANCIO et al., 2002).
O mecanismo de alívio da dor pela laserterapia ainda não está totalmente elucidado, porém sabe-se que o laser diminui a velocidade de condução do nervo sensorial, tem ação anti-inflamatória local, influência sobre a inervação autônoma e estimula respostas neurohumorais (serotonina, norepinefrina) do trato descendente de inibição. Além disso, estimula direta ou indiretamente a liberação de endorfinas, diminui a síntese de prostaglandinas e a potencialização das bradicininas, evita a redução do limiar de excitabilidade dos receptores da dor, levando ao equilíbrio da condução nervosa (CHENG, 1987). (…)
A Laserterapia assim, é indicada para alívio de dor de diversas etiologias, como hérnias de disco, osteoartrose, contraturas musculares, compressões nervosas, dor neuropática, entre outros. O LASER é amplamente utilizado na reabilitação e seu uso deve ser feito por um profissional qualificado, que compreenda a dosificação e as ações fisiológicas desencadeadas por agente físico, maximizando seus efeitos.” Texto Publicado pela Dra. Maira Formenton na Revista Nosso Clínico – Coluna Fisioterapia e Reabilitação
O Laser tem efeito anti-inflamatório e analgésico. Promove ainda o aumento do metabolismo celular, e ajuda na cicatrização de feridas e promove a reparação tecidual. Pós operatórios ortopédicos e neurológicos são muito beneficiados pela laserterapia.
Saiba mais sobre os usos da laserterapia.

Scroll to top
Bitnami